jusbrasil.com.br
22 de Outubro de 2017
    Adicione tópicos

    Defensoria Pública em Ribeirão das Neves envia recomendação para fim de revista vexatória nas unidades penitenciárias da comarca

    Defensoria Pública de Minas Gerais
    há 4 meses

    A Defensoria Pública em Ribeirão das Neves, por meio dos defensores em atuação na área de Execução Penal, enviou, no dia 05 de junho, a Recomendação nº 01/2017, relativa à revista vexatória nas unidades prisionais da Parceria Público Privada e na Penitenciária José Maria Alckmin.

    No documento a Defensoria Pública recomenda que cessem imediatamente a realização de revistas íntimas em familiares e visitantes de pessoas presas, providenciando os meios para instalar e operar os equipamentos – BodyScan –, necessários para que não mais ocorram revistas vexatórias, no prazo máximo de 60 dias.

    Recomenda-se, ainda, que durante a conclusão da obra de instalação do BodyScan, as unidades da Parceria Público Privada e da Penitenciária José Maria Alkmin valham-se da utilização de revistas invertidas, a serem realizadas nos presos após a visitação, e não mais em seus familiares, respeitando a dignidade da pessoa humana.

    O documento foi encaminhado à direção do Complexo Penitenciário da Parceria Público-Privada, para a direção da Penitenciária José Maria Alkmin e para a Subsecretaria de Atendimento Humanizado da Secretaria de Administração Prisional.

    Leia aqui a íntegra da Recomendação nº 01/2017.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)