jusbrasil.com.br
24 de Abril de 2018
    Adicione tópicos

    Defensoria Pública em Ribeirão das Neves envia recomendação para fim de revista vexatória nas unidades penitenciárias da comarca

    Defensoria Pública de Minas Gerais
    há 10 meses

    A Defensoria Pública em Ribeirão das Neves, por meio dos defensores em atuação na área de Execução Penal, enviou, no dia 05 de junho, a Recomendação nº 01/2017, relativa à revista vexatória nas unidades prisionais da Parceria Público Privada e na Penitenciária José Maria Alckmin.

    No documento a Defensoria Pública recomenda que cessem imediatamente a realização de revistas íntimas em familiares e visitantes de pessoas presas, providenciando os meios para instalar e operar os equipamentos – BodyScan –, necessários para que não mais ocorram revistas vexatórias, no prazo máximo de 60 dias.

    Recomenda-se, ainda, que durante a conclusão da obra de instalação do BodyScan, as unidades da Parceria Público Privada e da Penitenciária José Maria Alkmin valham-se da utilização de revistas invertidas, a serem realizadas nos presos após a visitação, e não mais em seus familiares, respeitando a dignidade da pessoa humana.

    O documento foi encaminhado à direção do Complexo Penitenciário da Parceria Público-Privada, para a direção da Penitenciária José Maria Alkmin e para a Subsecretaria de Atendimento Humanizado da Secretaria de Administração Prisional.

    Leia aqui a íntegra da Recomendação nº 01/2017.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)