jusbrasil.com.br
26 de Agosto de 2019
    Adicione tópicos

    REPORTAGEM - DNA 25 ANOS - SEGREDOS REVELADOS

    Defensoria Pública de Minas Gerais
    há 9 anos

    Teste de reconhecimento de paternidade completa um quarto de século e torna-se um instrumento jurídico imprescindível para os casos de família. Somente em minas, são 500 resultados por mês

    Não existe segredo que ele não seja capaz de desvendar e não existe identidade sem ele. O teste de DNA, que completa este ano um quarto de século, promoveu uma verdadeira revolução na sociedade. Pôs fim a uma sequência de gerações que desconheceu sua verdadeira origem.

    No Brasil, não há estatística sobre quantas negativas de paternidade foram desmentidas, mas somente em Minas são 500 exames por mês realizados gratuitamente pela Justiça. Para as mulheres, o ganho foi duplo. As ações de investigações de paternidade perderam o cunho moral, em que a conduta da mãe era analisada, e ganharam uma prova técnica, com uma mínima margem de erro. Depois dele, só não conhece sua identidade biológica quem não quer.

    Aos 25 anos, o DNA também teve a força de igualar poderosos líderes políticos, artistas, jogadores de futebol e o cidadão comum e pacato, quando submetidos ao teste. Sua aplicação se estende ainda a outros terrenos importantes, como o auxílio no esclarecimento de crimes que chocaram a sociedade.

    Leia a reportagem na íntegra: anexo 1 e anexo 2

    Fonte: Jornal Estado de Minas – Caderno Gerais (30/05/2010)

    Matéria publicada no site da DPMG em 31/05/2010

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)